sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Postado por Neyma às 17:56 10 comentários


VOCÊ SABIA QUE...
  • A cada 15 segundos uma mulher é agredida no Brasil.
  • Segundo pesquisa da OMS (Organização Mundial de Saúde) publicada em 2005, 23% das mulheres entrevistadas na Grande São Paulo afirmam ter sido influenciadas pela violência contra a mulher, direta ou indiretamente, pelo menos uma vez durante suas vidas.
  • Segundo a Sociedade Mundial de Vitimologia (IVW, ligada ao governo da Holanda e à ONU), que pesquisou a violência doméstica com 138 mil mulheres, de 54 países, o Brasil é o país que mais sofre com a violência doméstica: 23% das mulheres brasileiras estão sujeitas a este tipo de violência.
  • Pelo menos uma em cada três mulheres ao redor do mundo sofre algum tipo de violência durante sua vida, de acordo com estimativa da Anistia Internacional.
  • De acordo com o Conselho da Europa (integrante do sistema europeu de proteção aos direitos humanos), a violência doméstica é a principal causa de morte e deficiência entre mulheres de 16 a 44 anos de idade e mata mais do que câncer e acidentes de tráfego.
  • Nos Estados Unidos, as mulheres representaram 85% das vítimas de violência doméstica em 1999, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU).
  • Um levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou que cerca de 70% das vítimas de assassinato do sexo feminino foram mortas por seus maridos..
  • A Anistia Internacional afirma que esses números representam apenas "a ponta do iceberg" já que a violência contra a mulher geralmente não é reportada, pois as vítimas se sentem envergonhadas ou sentem medo.

  • Fenômeno universal que atinge indistintamente mulheres de todas as classes sociais, etnias, religiões e culturas.

  • Produz conseqüências emocionais devastadoras, muitas vezes irreparáveis, e impactos graves sobre a saúde sexual e reprodutiva da mulher.

  • Entre 25% e 50% das sobreviventes são infectadas por DST. A cada 4 minutos, uma mulher é agredida em seu próprio lar por uma pessoa com quem mantém relação de afeto.

  • 70% dos incidentes acontecem dentro de casa, sendo que o agressor é o próprio marido ou companheiro.

  • Mais de 40% das violências resultam em lesões corporais graves decorrentes de socos, tapas, chutes, amarramentos, queimaduras, espancamentos e estrangulamentos.
  • Fontes: IPAS / ViolênciaMulher
  • Campanha16dias
COLE O SELINHO NO SEU BLOG

Queridas amigas,

Peço desculpas por fugir do tema (culinária) neste post, mas como puderam ler acima, a violência contra a mulher é um assunto muito grave que atinge muitas de nós mulheres e merece ser mencionado. Ouvi sobre a campanha no rádio e tv e achei que valeria o parenteses.

Sempre podemos fazer alguma coisa para ajudar, não é mesmo?

Beijinhos a todas!!

Categories:
Reações:

10 comentários:

Gina disse...

Oi, Neyma, é triste constatar esses fatos. Conheci uma mulher vítima de violência por seu próprio marido e que se envergonhava. Não o denunciou, mas acabou separando-se dele. Foi perseguida durante um tempo, até que ele sossegou, graças a Deus! Nem sempre o final é feliz.
De quaquer jeito, as cicatrizes emocionais ficam.
Bjs, querida e bom final de semana!

Nela disse...

Querida Nayma, cheguei neste caso consegui entrar, em seu blog atravéz do blog da Mari, como vai amiga? já sabe a história do meu pc, não vou repitar,sabe acho uma bela campanha claro, cá em Portugal também acontece o mesmo, além de serem agradidas metade das vezes fazem violência extrema com elas "mulheres", ou são mortas ou ficam incapacitadas para o resto da vida, apenas pela eutupidez, dos homens, que vêm a mulher como sendo seu unico pertence, mesmo em namorados é horrivel, regam as namoradas com gasolina deitando fogo de seguida, e depois se entregam á policia, só porque se não é para eles, não é para mais ninguem.Tudo por ciume e principalmente estupidez.Nos dias de hoje não faz sentido,haveria muito mais para dizer, infelizmente há muitos casos, cá mesmo assim, tem baixado. querida me desculpe acho que já descobri o truque, beijinhos e agora virei visitá la mais vezes.

Mari Azevedo disse...

Neyma minha linda, só quem já passou por isso (como eu, e graças a Deus já acabou) sabe o quanto é revoltante e humilhante... isso realmente tem de acabar!
Com certeza vou postar esse selinho no meu blog, e participar desta campanha!!
Bom saber que há pessoas maravilhosas e generosas como você, que se solidarizam com as vítimas da violência!!
Super beijo...

ameixa seca disse...

É uma campanha importante!!! Na terça-feira fui à minha faculdade em Coimbra e nas paredes vi uma mensagem em grafitti que dizia: "Nunca ninguém morreu por causa do feminismo mas o machismo mata todos os dias" :)

EU MULHER disse...

Neyma, minha flor, que bela iniciativa! Gostei da idéia.

Bjus

Karla disse...

Oi mamãe ;)
Realmente é um tema ao qual vale sempre a pena voltar. Infelizmente muitos homens acham que por serem fisicamente mais fortes que as mulheres têm o direito de lhes bater...são cobardes...porque a maioria não se sabe defender ou estão demasiado amedrontadas para isso.
Isto sem falar na violência verbal e psicológica que em algumas vezes é muito pior...

beijinhos

Nana disse...

Queridaaa
para esses temas não precisamos pedir desculpas!
Lindo da sua parte!
Bjs

Neyma disse...

Queridas amigas,
Infelizmente não há quem não conheça pelo menos um caso de violencia contra a mulher. É muito triste que em pleno seculo XXI isso ainda conteça, que ainda existam homens que se valem se sua força fisica para subjugar suas parceiras, como se fossemos sua propriedade.
Acho que se nos unirmos e essas mulheres tiverem coragem de denunciar, isso um dia vai acabar.
Como disse a Ameixa que viu num cartaz na faculdade: "Ninguem nunca morreu por causa do feminismo mas o machismo mata todos os dias".
Mari querida, tambem ja passei por isso e sei o quanto doi. Felizmente somos mais "fortes" que eles.
São covardes, inseguros e doentes que agridem em nome do amor.
Beijinhos a todas e obrigada por participarem.

Elba disse...

Minha querida,
Por mim você pode e deve fugir sempre do assunto principal ( eu faço sempre isso), quando o assunto for sério assim. E quando não for sério, fuja também. Afinal, o blog é seu e seus seguidores não vão te abandonar. Nunca.
Beijos!!!

Neyma disse...

Elba querida,
Vc agora me emocionou, muito obrigada!! Tão bom te-la como amiga, alguem que se gosta de graça, sem nem conhecer pessoalmente. Vc é um amor, uma querida e saiba que a reciproca é totalmente verdadeira.
Beijos minha linda