terça-feira, 5 de maio de 2009

INTERCÂMBIO CULINÁRIO


Cá estamos eu e Karla novamente no Intercâmbio Culinário, e ficamos tão felizes em estarmos juntas novamente trocando receitas que cada uma fez duas receitas das enviadas uma a outra. Karla é um amor de menina e nos adotamos como mãe e filha no mundo blogal, tal foi nossa sintonia e prazer em trabalharmos juntas divulgando as culinárias brasileira e portuguesa. É uma filhota carinhosa, sempre presente e desta vez me mandou receitas deliciosas, das quais escolhi os "Bifes de Cebolada", que meu marido ADOROU, tanto que de seis bifes...só sobrou um. Não resisti também aos deliciosos "Borrachões", que tem este nome por levarem vinho branco e cachaça na massa; lá borracho significa bebado e aqui em algumas regiões do Brasil também; além de muito azeite. Foram para o trabalho de meu marido e não sobrou nada!! DELÍCIA!!!

BIFES DE CEBOLADA


"Estes bifes fazemos cá em casa com carne de vaca, são bons para carnes mais duras porque ficam mais macios."

Ingredientes:Para 4 pessoas
  • 500 g de bifes do pojadouro ou de folha de alcatra (usei contra-filé)
  • 1 colher de sopa de azeite (bem cheia)
  • 3 cebolas grandes
  • 2 dentes de alho
  • 500 g de tomate
  • 1 ramo de salsa
  • 1 folha de louro
  • sal
  • pimenta


Confecção:
Deita-se o azeite num tacho. Em seguida, introduzem-se em camadas alternadas, os bifes, as cebolas cortadas ás rodelas muito finas, o tomate sem pele e sem grainhas e cortado ás rodelas, os dentes de alho e a salsa picados. Corta-se a folha de louro ao meio e coloca-se uma das metades a meio das camadas e a segunda metade por cima. Tempera-se com sal grosso e pimenta, tapa-se o tacho e leva-se a cozer em lume brando até estar bem apurado (cerca de 30 minutos). Se o tomate tiver muito líquido, destapa-se o tacho e deixa-se o líquido evaporar.Acompanha-se com batatas cozidas, polvilhadas com salsa picada ou puré de batata.


Servi com arroz integral

BORRACHÕES

"Adoro estes biscoitos, já os fiz e tenho de repetir. São da terra do meu avô."


Ingredientes:

  • 2,5 dl de vinho branco
  • 2,5 dl de aguardente
  • 5 dl de azeite
  • 5 dl de açúcar
  • farinha
  • 2 ovos
  • açúcar e canela


Confecção:
Mistura-se o vinho com o azeite, o açúcar e a aguardente e, depois, amassando, junta-se a farinha necessária até se obter uma massa que possa ser tendida.Tendem-se os borrachões em forma de ferradura, picam-se com um garfo, pincelam-se com os ovos batidos e polvilham-se com açúcar e canela.Levam-se a cozer em forno bem quente, devendo ficar bem passados.

10 comentários:

ameixa seca disse...

Ainda bem que gostaram. Eu só de ver também fico com vontade de comer. Bifes de cebolada sei que gosto, borrachões nunca comi mas tem bom aspecto :)

Mari disse...

Neyma minha linda, que saudade!!
Deletei o antigo blog e criei hoje este novo... vim te avisar e me deparei com todas essas delícias... aiaiai, haja buzanfão!! kkkkkkkkkkkkkkk
Já te linkei no meu novo cantinho... agora, estarei de volta mais regularmente.
Bjo enorme

Mari

Karla disse...

Uauuuuu adorei!!!!! Ai os borrachões...que saudades...tenho mesmo de fazer de novo...

Beijinho enorme mamãe...adorei mais uma vez!

Beijinhos

Carol disse...

Neyma, estão lindos, os biscoitos e os bifinhos,estes devem ter ficado saborosíssimos com tantos temperos. Um grande beijo

Rose disse...

que delicia hein??? essa blogosfera é mesmo uma belezura...Bjinhus e bom restinho de semana

Gina disse...

Ahá!!! Descobri através da sua "filhota" Karla que hoje é seu aniversário. Vim correndo aqui lhe dar os parabéns.
Que seja um dia muito especial. Que você tenha muito motivos de alegria e possa compartilhar conosco sua caminhada.
Um abraço apertado e muitos beijinhos.

ameixa seca disse...

Vim só para desejar um feliz aniversário :)
Que tenhas um dia fantástico!!
Abraços

Sonia Novaes disse...

Eu olhei esses bolinhos e a dedicatória à sua avô,me bateu uma saudades da minha vózinha que era portuguêsa e faleceu em 1972.Nunca esqueço das comidinhas deliciosas que ela fazia,guardo boas lembranças,a bacalhoada,dos mingaus com polvilho,das sopas deliciosas,que nunca consegui fazer igual,enfim de todas as coisinhas deliciosas que ela fazia.Chamava-se Tereza e era de Trás dos Montes,veio moça para o Brasil,conheceu meu avô que tb era português e casaram-se aqui em Campinas.Os dois já faleceram,mas sinto muitas sudades deles.Vou fazer esse biscoitinho,que me deu até água na boca.
Obrigada por dividir a receita conosco.
Abços
Sonia Novaes

Sabores de Aromas disse...

Neyma,
Estão lindos.
Há uns bolinhos,que se chama
borrachões são tradionais, da terra dos pais do meu marido,beira baixa.que cada vez que lá vou trago para meu filho que adora.
Será quie são os mesmos!!!???

bjs

Susana Manguinhas disse...

Oi amiga adorei seu cantinho tem muita coisa boa!E esses borachões me deram agua na boca rsrsr!Beijocas!...