sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Um delicioso tender de Natal acabou virando um risoto mais delicioso ainda. Estava sem saber o que fazer de almoço então resolvi fazer este risoto, que acabou ficando leve e light pois fiz com arroz integbral. Como se diz: "nada se perde, tudo se transforma" e se sobrar...quem sabe vira bolinho...hahahah!!!

 Ingredientes:
  • 2 copos de arroz integral
  • 1 colher (sopa) de alho frito
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1 prato fundo de tender desfiado
  •  2 cebolas grandes picadas
  • 1 prato de sobremesa de cebolinha picada
  • 1 lata de milho verde
  • 2 colheres (sopa) de caldo de galinha liquido de casa "Maggi"
  • ervas finas e pimenta do reino a gosto
  • 1/2 copo de molho de tomate
 Modo de preparo:
Cozinhar o arroz integral com 4 copos de água, caldo de galinha e alho frito. A parte frite a cebola no azeite, junte o tender desfiado, o molho de tomate, o milho, a cebolinha e um pouquinho de água. Quando o arroz estiver cozido acrescente ao molho e sirva com queijo parmesão ralado.
Delicia!!
VOCÊ SABIA?
A receita original de risoto surgiu em 1574. Por quase 200 anos, nesse tempo, havia muito trabalho pela construção de uma Catedral, Duomo di Milano, havia carpinteiros, arquitectos e pintores de toda a Europa. Em uma pequena fazenda poliglota ali perto havia uma comunidade Belga: Valerio de Fianders, mestre na fabricação de vidros, tinha que fabricar algumas janelas para a Catedral e isso lhe trouxe muitos estudantes. Um em particular se destacava dos outros devido a sua habilidade de misturar cores. Seu segredo era misturar um pouco de açafrão quando o vidro estivesse pronto. Seu mestre sabia da paixão de seu mais prospero aluno por açafrão, mas fingia que não sabia de nada e se limitava a dizer a seu aluno, irritando-o, que se ele continuasse com isso iria acabar colocando açafrão no risoto. Após muitos anos de incomodar o aluno decide aplicar um truque no seu mestre: A filha de Valerio iria se casar e o aluno subornou o cozinheiro para esse colocar no risoto um pouco de açafrão. Imagine a surpresa dos convidados quando viram aquele arroz amarelo. Um teve a coragem de experimentar, depois outro e mais outro e todos adoraram surgindo assim o risotto alla milanese.
FONTE: http://pt.wikipedia.org/wiki/Risotto
18:25 Neyma
Um delicioso tender de Natal acabou virando um risoto mais delicioso ainda. Estava sem saber o que fazer de almoço então resolvi fazer este risoto, que acabou ficando leve e light pois fiz com arroz integbral. Como se diz: "nada se perde, tudo se transforma" e se sobrar...quem sabe vira bolinho...hahahah!!!

 Ingredientes:
  • 2 copos de arroz integral
  • 1 colher (sopa) de alho frito
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1 prato fundo de tender desfiado
  •  2 cebolas grandes picadas
  • 1 prato de sobremesa de cebolinha picada
  • 1 lata de milho verde
  • 2 colheres (sopa) de caldo de galinha liquido de casa "Maggi"
  • ervas finas e pimenta do reino a gosto
  • 1/2 copo de molho de tomate
 Modo de preparo:
Cozinhar o arroz integral com 4 copos de água, caldo de galinha e alho frito. A parte frite a cebola no azeite, junte o tender desfiado, o molho de tomate, o milho, a cebolinha e um pouquinho de água. Quando o arroz estiver cozido acrescente ao molho e sirva com queijo parmesão ralado.
Delicia!!
VOCÊ SABIA?
A receita original de risoto surgiu em 1574. Por quase 200 anos, nesse tempo, havia muito trabalho pela construção de uma Catedral, Duomo di Milano, havia carpinteiros, arquitectos e pintores de toda a Europa. Em uma pequena fazenda poliglota ali perto havia uma comunidade Belga: Valerio de Fianders, mestre na fabricação de vidros, tinha que fabricar algumas janelas para a Catedral e isso lhe trouxe muitos estudantes. Um em particular se destacava dos outros devido a sua habilidade de misturar cores. Seu segredo era misturar um pouco de açafrão quando o vidro estivesse pronto. Seu mestre sabia da paixão de seu mais prospero aluno por açafrão, mas fingia que não sabia de nada e se limitava a dizer a seu aluno, irritando-o, que se ele continuasse com isso iria acabar colocando açafrão no risoto. Após muitos anos de incomodar o aluno decide aplicar um truque no seu mestre: A filha de Valerio iria se casar e o aluno subornou o cozinheiro para esse colocar no risoto um pouco de açafrão. Imagine a surpresa dos convidados quando viram aquele arroz amarelo. Um teve a coragem de experimentar, depois outro e mais outro e todos adoraram surgindo assim o risotto alla milanese.
FONTE: http://pt.wikipedia.org/wiki/Risotto

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Quem já foi ao restaurante Alemão em Itu sabe o que é aquele  MARAVILHOSO filé à parmegiana que servem lá. Pra mim é o melhor bife à parmegiana. Minha irmã descobriu a receita na internet, com vídeo e tudo e fez. Ficou igualzinho e segundo ela o sabor ficou idêntico. Vale a  pena experimentar!!! Veja abaixo como fazer.


Ingredientes
  • 600g  de filé mignon limpo,  batido com  filme plástico para ficar bem nivelado
  • 2   kg de tomate maduro e firme (deixar inteiro para ir a panela)
  • 200g de manteiga
  • 4  ovos para empanar o bife
  • 100g de farinha de rosca
  • Óleo de girassol suficiente  para fritar
  • 150g de  queijo prato fatiado
  • 120g de queijo parmesão - não pode ser aquele de saquinho ;)



Molho
Coloque os  tomates para ferver  em água.  quando estiverem amolecidos, bata no liquidificador e 
penere. Leve  ao fogo  até levantar fervura. Então acrescente a manteiga e o sal. Deixe reduzir por aproximadamente 10 minutos e reserve.

Filé
Divida ao meio o  filé e em cada pedaço faça um corte ao meio, sem chegar ao final, cubra com um pedaço do filme plástico e em seguida  bata nas laterais até que fique  bem  fino.

Bata  os ovos,   passe  os filés nos ovos e em seguida  na  farinha de rosca, batendo bem para que a farinha grude bem na carne. Frite em óleo quente.  Para saber se a temperatura do óleo está boa, coloque um pouco de farinha de trigo e quando ferver, está no ponto certo para fritar. Retire  o filé empanado, cubra com queijo prato, acrescente o molho quente para que derreta  o queijo e polvilhe o parmesão.

VOCÊ SABIA?
Poucas pessoas sabem, mas o Filé a Parmegiana é um dos pratos mais pedidos por brasileiros nos restaurantes do país. Ninguém sabe ao certo a sua origem (apesar do nome que aponta a cidade de Parma como ponto aonde teria surgido, mas a verdade é que na Itália não há registros de tal prato e em locais como a Argentina ele ganha o nome de "Filé a Napolitana") e muitas são as receitas para o seu feitio, sendo que algumas desprestigiam os elementos que compõem o prato. No Nordeste ele é acompanhado com macarrão e molho ao sugo, no centro-oeste com arroz e purê e nos demais estados existem variações destes dois modelos (com batata frita, bacon, queijo parmesão ralado etc). Independentemente de regionalidades, a boa receita para este prato é aquela que leva em conta cada detalhe e principalmente a combinação final destes, dando a alma verdadeira desta iguaria. 
Fonte:comunidade.bemsimples.com/cozinha/w/cozinha/O-VERDADEIRO-FIL_C900_
-A-PARMEGIANA

12:47 Neyma
Quem já foi ao restaurante Alemão em Itu sabe o que é aquele  MARAVILHOSO filé à parmegiana que servem lá. Pra mim é o melhor bife à parmegiana. Minha irmã descobriu a receita na internet, com vídeo e tudo e fez. Ficou igualzinho e segundo ela o sabor ficou idêntico. Vale a  pena experimentar!!! Veja abaixo como fazer.


Ingredientes
  • 600g  de filé mignon limpo,  batido com  filme plástico para ficar bem nivelado
  • 2   kg de tomate maduro e firme (deixar inteiro para ir a panela)
  • 200g de manteiga
  • 4  ovos para empanar o bife
  • 100g de farinha de rosca
  • Óleo de girassol suficiente  para fritar
  • 150g de  queijo prato fatiado
  • 120g de queijo parmesão - não pode ser aquele de saquinho ;)



Molho
Coloque os  tomates para ferver  em água.  quando estiverem amolecidos, bata no liquidificador e 
penere. Leve  ao fogo  até levantar fervura. Então acrescente a manteiga e o sal. Deixe reduzir por aproximadamente 10 minutos e reserve.

Filé
Divida ao meio o  filé e em cada pedaço faça um corte ao meio, sem chegar ao final, cubra com um pedaço do filme plástico e em seguida  bata nas laterais até que fique  bem  fino.

Bata  os ovos,   passe  os filés nos ovos e em seguida  na  farinha de rosca, batendo bem para que a farinha grude bem na carne. Frite em óleo quente.  Para saber se a temperatura do óleo está boa, coloque um pouco de farinha de trigo e quando ferver, está no ponto certo para fritar. Retire  o filé empanado, cubra com queijo prato, acrescente o molho quente para que derreta  o queijo e polvilhe o parmesão.

VOCÊ SABIA?
Poucas pessoas sabem, mas o Filé a Parmegiana é um dos pratos mais pedidos por brasileiros nos restaurantes do país. Ninguém sabe ao certo a sua origem (apesar do nome que aponta a cidade de Parma como ponto aonde teria surgido, mas a verdade é que na Itália não há registros de tal prato e em locais como a Argentina ele ganha o nome de "Filé a Napolitana") e muitas são as receitas para o seu feitio, sendo que algumas desprestigiam os elementos que compõem o prato. No Nordeste ele é acompanhado com macarrão e molho ao sugo, no centro-oeste com arroz e purê e nos demais estados existem variações destes dois modelos (com batata frita, bacon, queijo parmesão ralado etc). Independentemente de regionalidades, a boa receita para este prato é aquela que leva em conta cada detalhe e principalmente a combinação final destes, dando a alma verdadeira desta iguaria. 
Fonte:comunidade.bemsimples.com/cozinha/w/cozinha/O-VERDADEIRO-FIL_C900_
-A-PARMEGIANA

12:45 Neyma